Wednesday, March 07, 2007

A poesia

Antes meus olhos não enxergavam
tristes e sonolentos eles perguntavam: onde há poesia?
Agora vejo
Que aqui há poesia

Num simples caminhar há poesia
Numa comida há poesia
Na cozinheira(ou cozinheiro) há poesia
Na lavadeira e no ato de lavar
Na roupa que foi estendida(e que foi tirada)

Numa aventura
Numa conversa, num abraço, no bom e até mal humor
Na música, na voz de todos os seres que tem boca
Em tudo que produz algum gemido...
E no que não produz

A poesia está na vida e na não vida,
que na realidade é vida também
A poesia está em mim, está em você
E ao contrário do que muitos pensam,
a poesia não está nos olhos de quem vê

A poesia está no ar
E não precisa de óculos para enxergar
Não carece de enfeites, nem de adornos
É simples como o azul do céu e do mar
E no seu azul vou mergulhar
e de poesia me molhar

A poesia é azul
A poesia é amarela
A poesia é vermelha
É verde, é lilás, é laranja, é roxa, é rósea, é anil
É bege, violeta, marrom, cinza, branca, preta...
É um rio com todas as combinações de cores possíveis e inimagináveis

A poesia está no esforço, está na tristeza, está na alegria, na fraqueza, na força, na batalha,
na esperança e na fé
A poesia É
profusão de sentimentos
E a beleza do momento

A poesia não está no sonho, nem nas palavras
está na Realidade
E não precisa de muito para ver
basta sentir e querer
despertar o seu SER!

1 comment:

Alessandro said...

Puxa Mel, que linda sua poesia...talvez nem pareça novidade eu dizer que me emocionei ao ler, mas de fato é real. A poesia é tudo isso mesmo que vc escreveu em forma de poesia...linda você e linda sua poesia! Um beijo