Monday, November 05, 2007

De que te valem tantas teorias sobre felicidade?
Tantos sonhos e planos?
De que te vale essa busca ávida?
Como se houvesse uma fórmula mágica...
De que te vale essa pressão?
De que te vale essa busca pela perfeição?
De que te vale querer ir à Roma?
Se vc não está no seu lugar?
De que vale se martirizar e martirizar e martirizar...
De que vale chorar por cada errinho bobo?
De que vale querer provar pra todo mundo o quão legal e boa vc é?
Quando na verdade poucos realmente se importam?
De que adianta querer ser ilimitada, quando você nem conhece o seu limite?
Um dia alguém me olhou bem no fundo da alma e disse:
Vc tem é medo de ser feliz!!!

3 comments:

Mel said...

Mas isso não é uma sentença!!

Eu said...

Congresso Internacional do Medo
Provisoriamente não cantaremos o amor,
que se refugiou mais abaixo dos subterrâneos.
Cantaremos o medo, que esteriliza os abraços,
não cantaremos o ódio porque esse não existe,
existe apenas o medo, nosso pai e nosso companheiro,
o medo grande dos sertões, dos mares, dos desertos,
o medo dos soldados, o medo das mães, o medo das igrejas,
cantaremos o medo dos ditadores, o medo dos democratas,
cantaremos o medo da morte e o medo de depois da morte,
depois morreremos de medo
e sobre nossos túmulos nascerão flores amarelas e medrosas.

:D
Carlos Drummond de Andrade

Mel said...

uii
q medo!!!